O Sundance Film Festival já lançou vários filmes de horror intelectual nos últimos anos, hits aclamados pela crítica como The Babadook  (2014) e  The Witch (2015), ambos tendo sua estréia lá. A tendência parece reacender com “Hereditary” , que supostamente assustou o público no festival deste ano e atualmente tem uma pontuação perfeita de 100% no Rotten Tomatoes.

“Hereditary”conta a história de uma mulher cuja vida familiar e profissional começa a se desenrolar de maneiras estranhas e ameaçadoras após a morte de sua mãe, e além do fato de que é uma obra lenta com um ato final aterrorizante. “Hereditary” é estrelado por Toni Collette, cujo trabalho sutil no sucesso de M. Night Shamalayan, O Sexto Sentido, lhe rendeu uma indicação ao Oscar e cuja performance aqui foi escolhida com louvor; Gabriel Byrne (The Usual Suspects) co-estrelado por Alex Wolff ( Jumanji: Bem-vindo à Selva ) e recém-chegado Milly Shapiro. “Hereditary” é a estréia do escritor/diretor Ari Aster, e se esses avisos críticos forem qualquer indicação, poderemos ter outro autor de terror em nossas mãos.